Saltar para o conteúdo

Câmara de Portimão quer um rebocador em regime permanente

7 de Janeiro de 2014

A Câmara Municipal de Portimão recomendou hoje ao Governo a afetação permanente de um rebocador, com potência adequada, ao Porto de Portimão e que esse meio fique ao serviço de toda a região algarvia. A proposta, apresentada pela presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, mereceu a aprovação unânime de todas as forças políticas do executivo, ganhando o tema uma maior pertinência no seguimento dos acontecimentos dos últimos dias com o paquete “Funchal”, impedido de fazer escala neste porto devido aos atrasos verificados com o rebocador.

Rebocador no Porto de Portimão - Arquivo CMP_Filipe da PalmaO documento sublinha diversos aspetos de relevo, nomeadamente o facto de em 2013 o Porto de Portimão ter recebido 41 escalas, distribuídas de abril a novembro, e cerca de 20.000 passageiros, contribuindo quer para a atenuação do efeito da sazonalidade no turismo algarvio, quer para a dinamização económica do município e da região.

Também é realçado o recente anúncio, por parte do ministro da Economia, da disponibilização das verbas necessárias ao desassoreamento do rio Arade e à expansão do cais do porto comercial de Portimão, investimento que irá ter um efeito multiplicador no número de escalas, prevendo-se que esta escala possa atingir os 200.000 passageiros/ano.

Sucede que, sempre que o Porto de Portimão recebe navios de cruzeiros com dimensões superiores a 140 metros, é necessário mobilizar um rebocador exterior, vindo de outros portos, para apoiar a manobra destes navios, o que afeta a sua competitividade devido, por um lado, aos custos associados à requisição do serviço, que incluem a mobilização e deslocação do rebocador e da respetiva tripulação e, por outro, a capacidade de resposta, uma vez que a deslocação de cerca de dez horas de viagem, desde o porto mais próximo (Sines) implica uma reserva do serviço com a devida antecedência.

Esse condicionalismo não permite aproveitar escalas não agendadas de navios de cruzeiros, cujas companhias decidam ou tenham necessidade de, em tempo real, ajustar os itinerários.

A recomendação feita pela Câmara de Portimão ao Governo salienta que, para além do apoio às operações portuárias nos Portos do Algarve, o rebocador terá uma importante missão na segurança marítima, ao nível do apoio à navegação costeira, nomeadamente às embarcações de pesca, à náutica de recreio e à balizagem marítima, e à navegação internacional, fazendo notar ainda que ao largo do Cabo de São Vicente se dá a confluência das rotas marítimas internacionais da Europa do Sul para a Europa do Norte, do Mediterrâneo para o Continente Americano e do Norte da Europa para a África e América do Sul.

Tal realidade torna o Esquema de Separação de Tráfego Marítimo do Cabo de São Vicente, com cinco corredores, num dos mais complexos do mundo e esta uma das zonas mais criticas para a navegação na costa portuguesa, com um tráfego marítimo intenso, em média cerca de 150 navios/dia, 18 destes com carga perigosa e/ou poluente a granel, o que exige uma adequação de meios com capacidade de resposta rápida.

Refere-se, por fim, que o Algarve é a única região do país a não dispor de um rebocador para fazer face a estas necessidades, ficando dependente da mobilização de meios existentes em outros portos que nem sempre poderão estar disponíveis e/ou ter a capacidade de resposta exigida, conforme os recentes acontecimentos com o paquete “Funchal”, em que a tardia mobilização de um rebocador externo, aliada às condições meteorológicas e de agitação marítima adversas, obrigaram o navio e os cerca de 350 passageiros a permanecer mais de 24 horas ao largo, aguardando pela chegada do mesmo.

fonte t – CMP

foto Filipe da Palma

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: