Saltar para o conteúdo

UNIDOS EM DEFESA DO HELIPORTO E CONCESSÃO DAS ILHAS A FARO

11 de Outubro de 2013

vereadoresRogério Bacalhau, novo presidente da Câmara de Faro, Paulo Neves, vereador eleito pelo PS e Sílvia Padinha, presidente da Associação Nossa Senhora dos Navegantes, da ilha da Culatra, na Ria Formosa, foram unânimes nas declarações ao Algarve Press após a cerimónia (ontem à noite nos Teatro das Figuras) de tomada de posse da vereação e Assembleia Municipal resultantes das eleições autárquicas de 29 de Setembro – estão unidos na defesa do Heliporto da Culatra e da Concessão das ilhas-barreira de Faro (compostas pelos núcleos da Culatra, Hangares, Farol, Deserta e Praia de Faroi), como aconteceu com a ilha da Armona em relação a Olhão,

Rog Bacalhau

O edil farense vai contactar o Governo para discutir a possibilidade de legalização do heliporto da ilha da Culatra, construído pelos moradores de forma clandestina há duas semanas. “Pretendo contribuir para legalizar a situação do heliporto, bem como rever a situação em que vivem as pessoas da Culatra, nomeadamente em termos das habitações e das condições de vida em que estão”, sublinhou Bacalhau referindo-se igualmente ao pedido de Concessão das ilhas-barreira à jurisdição da Câmara de Faro, enviado à Assembleia da República por Paulo Neves, candidato do PS à autarquia em plena campanha eleitoral.

Bacalhau defende que os ilhéus construíram o heliporto “para combaterem o sentimento de insegurança que têm, pelas dificuldades de fazer chegar meios de socorro à ilha em caso de acidentes”.  “Não defendo obras ilegais, mas compreendo o sentimento de insegurança das pessoas, estou ao seu lado e tudo farei no sentido de contribuir para legalizar a situação, tal como as habitações existentes nas ilhas, constituindo uma hipótese a concessão das Ilhas a Faro”, destacou o autarca.

Silvia Padinha

Já para Sílvia Padinha, dirigente associativa culatrense, “o heliporto da Ilha da Culatra pode vir a salvar vidas, pois permitirá a aterragem de helicópteros para transportes de emergência médica, de moradores e visitantes. Com o Inverno à porta a situação é ainda mais complicada na Ilha. Estamos abertos à discussão para resolução do assunto com todas as entidades. Na próxima semana vamos reunir com a Câmara”, disse, minimizando a noticiada possibilidade do avanço de “queixas contra desconhecidos”, pela construção do heliporto, por parte das entidades ambientais da Ria Formosa.

P Neves toma posse

Por seu turno, o vereador socialista Paulo Neves mantém todas as posições assumidas enquanto candidato do PS à Câmara de Faro: “Estive ao lado dos culatrenses na altura da construção do heliporto e vou continuar ao seu lado para a legalização daquela obra e consequente colocação ao serviço das populações das ilhas. Também não esqueço e tudo estou a fazer para cumprir outra promessa que fiz às pessoas – a concessão das ilhas à jurisdição da Câmara de Faro, tal como já aconteceu há anos com a Armona a Olhão”.

Outra questão que se tem levantado em Faro, após  os resultados eleitorais para a Câmara de Faro (4 vereadores coligação PSD/CDS-PP/PPT/MPT,  – 4 PS e 1 CDU), tem a ver com o conhecido “centrão – acordo de governação PSD-PS”. Sobre este assunto, Paulo Neves foi taxativo : “Não haverá qualquer acordo “centrão”. Na vereação defenderemos, de forma responsável, o que for favorável às populações, sem nunca esquecermos as bases do programa que o PS apresentou às pessoas. Votaremos favorável ou desfavoravelmente segundo estes princípios”, garantiu.

A este propósito,  ciente que está em minoria, o novo edil Rogério Bacalhau entende que os eleitores farenses deram “um sinal cristalino de que deseja ver concluído o trabalho encetado há quatro anos e quer que o façamos, mas entendeu que não o faremos sozinhos”.

Assim, Bacalhau pede que “todos os eleitos saibam estar à altura das suas responsabilidades, respeitando a sabedoria democrática dos farenses e tirando deste sinal inequívoco as devidas consequências”, já que, enquanro presidente eleito, Bacalhau não convidará ninguém de outros partidos para assumir pelouros, pretendendo “conciliar todas as forças políticas pela base do diálogo”.

J Apolin

Antes, na cerimónia de tomada de posse dos novos vereadores e deputados municipais farenses, o socialista José Apolinário, antigo presidente da Câmara de Faro, vencedor nas autáqruicas como presidente da Assembleia Municipal de Faro, foi confirmado entre os deputados eleitos para o cargo, com 24 votos a favor, quatro em branco e uma abstenção, cumprindo-se, assim, o veredito popular.

entid oficiaisDiscursando perante a plateia complemante cheia (cerca de 1000 pessoas) do Teatro das Figuras, Bacalhau definiu como “prioridade “andar em cima do governo enquanto a situação da obra da variante norte à EN 125 não estiver resolvida. Não podemos deixar de tentar resolver já o problema da variante e das entradas da cidade”. Neste sentido o autarca anunciou uma reunião, para a próxima segunda-feira, com o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Silva Monteiro, no sentido de pedir a conclusão da obra dentro de quatro a seis meses. Também a ligação ferroviária ao aeroporto, o desnivelamento das passagens de nível dentro da cidade, a ponte móvel ferroviária na doca de Faro e o porto comercial serão temas em cima da mesa no encontro com o secretário de Estado.

plateiaTudo integrado na “estratégia para os próximos quatro anos, que inclui a dragagem dos canais da Ria Formosa e uma política de alternância dos candeeiros acesos de madrugada para garantir maior segurança com o mesmo nível de poupança orçamentado. Sem esquecer as políticas sociais, de educação e de habitação social, área que abrange “acabar de vez com o bairro da Horta da Areia, eterno albergue provisório que há quase 40 anos ali está, devolvendo aos seus habitantes o usufruto de uma morada e condições de vida condignas”, salientou Rogério Bacalhau no seu discurso, onde não faltou a “captação de investimento e criação de emprego, apostando num planeamento e ordenamento territorial que incentive à instalação de empresas”.

M.L. – t

“Reinalgon” – f

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: