Saltar para o conteúdo

MACÁRIO DESPEDE-SE DE FARO COM LÁGRIMAS

10 de Setembro de 2013

dia Faro Mac disc

dia Faro içar bandeirasdia Faro Bombeiros hino

Diversas entidades civis e militares, bem como candidatos à autarquia e juntas nas próximas autárquicas, não faltaram à cerimónia, tal como os incontornáveis Bombeiros, Municipais e Voluntários de Faro.

“Por circunstâncias diversas e todas elas injustas, com raízes diferentes, vou deixar todas estas funções dentro de dias. Nunca mais voltarei a exercer nenhuma destas atividades. Disso estou certo. Por razões, porventura não totalmente conhecidas, não serei julgado e avaliado eleitoralmente pelos farenses com quem tenho trabalhado de forma muito intensa e franca. Sei da minha original vontade e presumo não me enganar na de muitos deles, mas isso fica na consciência de cada um de nós”. Com estas frases, ditas com comoção e lágrimas, em jeito de crítica ao longo processo judicial que o levou à perda do mandato, por alegadas ilegalidades cometidas enquanto edil tavirense, Macário Correia marcou de forma indelével o seu último discurso enquanto presidente de Câmara nas comemorações do Dia de Faro, realizadas este sábado, que tiveram a presença de uma delegação moçambicana, chefiada pelo secretário Geral da Associação Nacional de Municípios de Moçambique, liderada por Dionísio Cherewa, em negociações com o Município de Faro tendentes à geminação com Nampula.

dia faro cracha a MacarioTeodósio Carrilho, da Liga dos Bombeiros Portugueses, entregou Crachá de Outro a Macário Correia 

Com o salão nobre da autarquia repleto de funcionários e instituições distinguidas no dia da capital algarvia, Macário agradeceu à Federação de Bombeiros do Algarve e à Liga dos Bombeiros Portugueses o crachá de ouro que lhe foi atribuído por estas entidades, “por relevantes serviços prestados aos Bombeiros”. O edil retribui o gesto pedindo um minuto de silêncio pelos bombeiros mortos nos incêndios que lavraram no centro e norte do País.

Sem esquecer o agradecimento “aos funcionários municipais”, nomeadamente aqueles com mais de 20 ou de 35 anos de bons serviços, o edil também fez questão de se referir aos restantes homenageados, salientando “a missão da Santa Casa e da Cáritas Diocesana, sempre foi de grande relevo e de forte e exemplar e genuína dádiva ao bem dos outros. Nestes tempos difíceis ainda mais exigente e nobre se sentem as suas funções. O alfarrabista Carlos Simões, que representa uma dedicação à cultura e um saber histórico e bibliográfico excecional. Não sendo um académico, é um profissional que presta aos investigadores e aos amadores de todas as leituras os melhores conselhos e ajudas. O cantor e ator Afonso Dias, na voz e em atividades multifacetadas, tem dado vida, desenvolvido e valorizado a cultura portuguesa. O Algarve e Faro, devem-lhe muito. Bem como a  Francisco Lameira, que conhece a arte e a história de Faro como poucos. O que tem publicado e orientado constituem uma marca de elevado prestigio para todos nós”, salientou.

dia Faro homen Rosa Mendesdia Faro salao cheio

“Mas a mais sentida homenagem (a título póstumo, recebida pela esposa) é para quem aqui não está!”, sublinhou o edil, também emocionado e com as lágrimas nos olhos: “O Prof António Rosa Mendes deixou-nos de modo muito doloroso há apenas três meses. Todas as nossas palavras são poucas para reconhecer e agradecer o que fez pela história do Algarve, por esta cidade e pela vida académica e cultural que abraçou de modo tão intenso e apaixonado”, enalteceu, muito comovido, o autarca.

Já em jeito de balanço, Macário reconheceu que “por dificuldades processuais longas e imprevistas, não se conseguiu até hoje desbloquear o empréstimo para acudir aos antigos credores, com anos de angustiante espera”, lamentou e não escondeu “a mágoa de ver a variante norte parada e os concursos para o cais comercial e para a doca exterior enrolados nas indecisões dos serviços do Estado”, situações que levam o autarca a deixar algumas advertências para quem o suceder a partir do próximo dia 29 de setembro: “A posição de Faro no contexto regional, na sua capitalidade, exige equipamento estruturante, que ainda não temos. Faltam hotéis, um pavilhão multiusos com dimensão, centros empresariais e áreas para realização de novas atividades que tenham efeito de âncora”.

“Deixo com saudade o Município de Faro, dói-me profundamente a situação da FAGAR e dos jardins públicos (contra a minha opinião), preocupam-me os complexos dossiês que atravessam a Câmara Municipal e sei de quanto eles complicam os próximos tempos do meu sucessor que será livremente escolhido. Que o interesse público, as causas coletivas, estejam sempre acima dos nossos interesses pessoais e particulares”, sublinhou Macário Correia. Frases que foram igualmente consideradas como autênticos avisos ao próximo executivo, eleito nas autárquicas de 29 de setembro.

JUDO TEM NOVO GINÁSIO E PAVILHÃO DA PENHA FINALMENTE INAUGURADO

dia Faro sala judo Mac e Julio MarcelinoPavilhao Gimnodesportivo de Faro

Macário Correia e o mestre Júlio Marcelino num aperto de mão pelo reconhecimento da “fábrica de campões” que tem sido o Judo Clube do Algarve – com Faro desportivo a ficar ainda mais rico após a inauguração do Pavilhão da Penha  

dia Faro pais e candidatosdia Faro combate no tapete

dia Faro Rosa Mota e Dion Cherewa no gin do Judo

A “senhora atletismo”, Rosa Mota e Dionísio Cherewa, sec. geral da Associação de Municípios de Moçambique, também estiveram na inauguração do excelente ginásio do Judo Clube do Algarve 

Pontos igualmente altos das comemorações do Dia do Município  foram a abertura ao público de dois novos equipamentos desportivos – o Ginásio do Mercado Municipal de Faro e o Pavilhão Desportivo Municipal da Penha. No primeiro caso, a gestão do Ginásio do Mercado foi entregue ao Judo Clube do Algarve que, mais de dez anos volvidos, regressa ao piso 1 do edifício do Mercado Municipal de Faro, num espaço amplo e renovado, que permite a prática de várias modalidades desportivas, com destaque para o Judo, a miúdos e graúdos e a preços bastante competitivos.

 dia Faro inaug pavilhdia Faro candidatos no pavilh

Na inauguração do Pavilhão também não faltaram os candidatos do PSD (Rogério bacalhau junto à bandeira) e PS (Paulo Neves na 2ª fila das bancadas) às próximas autárquicas

Relativamente ao Pavilhão Desportivo Municipal da Penha, chega ao fim mais de uma década de atrasos e recuos num equipamento que será de gestão municipal e irá ser utilizado, inicialmente, por cerca de quinze associações desportivas do concelho de Faro, em modalidades como ginástica, basquetebol, voleibol, futsal, ténis de mesa, desportos de combate, danças, entre outros.

dia Faro prem torn futsal pavilhdia Faro abertura jogo futsal pavilh

Desportivamente, o Pavilhão foi inaugurado com o “Torneio Quadrangular de Futsal – Cidade de Faro”, onde participaram as equipas do Sporting Clube Farense, Os Bonjoanenses, Grupo Desportivo da Atalaia,  São Pedro e Futsal Clube de Faro. (Na foto Macário entrega o prémio a um atleta do SC Farense).

É constituído por uma área desportiva – nave principal e ginásio multiactividades, arrecadações para arrumos de equipamentos desportivos, seis balneários para praticantes e dois balneários de árbitros, bancada fixa com cerca de 500 lugares sentados e bancada amovível com capacidade para cerca de 400 pessoas, bar, área técnica,  e receberá o Gabinete Faro Ativo, de promoção e aconselhamento da atividade física e ainda todos os utilizadores do projeto Sénior Ativo (cerca de 500 praticantes) em atividades durante o dia.

M.L.

fotos: Hugo Simões – CMF

 

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: